Temperos para uma horta

Os temperos e seus cuidados

Temperos

TOMILHO

É uma planta arbustiva perene de cerca de 25cm de altura e que dá minúsculas flores malva em dezembro.

CUIDADOS – Em setembro ou outubro, semeie num composto para sementes Tomilhoúmido. Deixe germinar num cômodo fresco ao abrigo das geadas. Transplante as mudinhas separadamente em vasos de 8cm de diâmetro contendo um bom composto para vasos. Coloque n peitoril externo de uma janela ensolarada e regue copiosamente. Depois transfira-as para um vaso de 13cm de diâmetro. Podem ser usadas quando os caules estiverem com pelo menos 8cm. Reenvase anualmente na primavera. Multiplicação par brotamento.

EFEITOS NA SAÚDE – Por beneficiar o funcionamento do sistema respiratório, é comum utilizar esta herbácea ao preparar xaropes e chás para a tosse. Aplicado externamente, o tomilho pode ser utilizado em pomadas, emplastros ou unguentos para aliviar dores reumáticas ou dores causada por pancadas.

O tomilho ajuda a clarear manchas causadas pela acne ou infecções cutâneas. É possível utilizar o seu chá para diminuir a queda de cabelo, bastando aplicá-lo no couro cabeludo durante 15 minuntos.

SÁLVIA

Suas folhas macias cinza-esverdeadas são utilizadas para condimentar molhos, carnes e queijos.

CUIDADOS – Em setembro, faça a semeadura num composto para sementes úmido e deixe germinar num cômodo fresco, mas abrigado das geadas. SálviaTrasplante as mudinhas num vaso de 8cm de diâmetro contendo um bom composto para vasos. Mantenha-o no peitoril externo de uma janela ensolarada. Transfira-as para um vaso de 13 ou 15cm de diâmetro. Mantenha o composto úmido em todas as estações. Podem ser usadas quando os caules estiverem com pelo menos 15cm. Reenvase anualmente, na primavera. Multiplicação por estacas no verão ou outono.

Pode chegar a crescer até 75cm, não exige um solo rico em nutrientes. A adubação em que ser feita com húmus de minhoca mensalmente.

EFEITOS NA SAÚDE – As propriedades das suas folhas e flores tomadas como infusão, auxiliam a digestão e reduzem cólicas estomacais, intestinais e menstruais. A infusão pode atuar contra gripes e inflamações na garganta, se misturada com mel e limão. A sálvia ainda possui propriedades anti-sépticas e, por isso, pode ser utilizada na higiene bucal, no tratamento de estomatites, gengivites e aftas.

OBS: Não é indicado a gestantes.

SALSINHA

As folhas chatas ou crespas da salsinha são sustentadas por pecíolos nervurados. Planta anual ou bianual que pode ser cultivada em vaso no peitoril de uma janela ensolarada ou semi-sombreada.

CUIDADOS – De outubro a dezembro, faça a semeadura num composto para Salsinhasementes que deve ser mantido úmido. Quando as mudinhas estiverem suficientemente grandes, transplante-as separadamente num vaso de 8 cm de diâmetro contendo um bom composto para vasos. Mantenha o solo úmido. Quando estiverem bem desenvolvidas, transfira-as para um vaso de 13cm de diâmetro. Retire regularmente a salsinha para favorecer o encorpamento. Jogue fora a planta quando ela perder seu vigor.

Seu porte chega a 45cm de altura e manter um solo rico em matéria orgânica.

A adubação preferencialmente com esterco de curral e sua propagação é por sementes.

EFEITOS NA SAÚDE – O chá de folhas e raízes de salsa é diurético, pois previne a formação de pedras nos rins. Além disso, esta planta é indicada para tratamento contra o reumatismo e a osteoporose.

Ela é muito rica em sais minerais e vitaminas A, B e C, por isso, se usada externamente, favorece o fortalecimento do cabelo e diminui a sua queda, e também tonifica a pele.

OBS: O consumo do chá não é indicado a gestante.

MANJERONA

Seu sabor é suave, apesar de bem pronunciado. Suas folhas aveludadas, cinza-esverdeadas, são sustentadas por caules avermelhados que podem atingir entre 30 e 60cm de altura. Prospera na primavera e no verão, no peitoril externo de uma janela ensolarada. As flores róseas ou brancas podem servir como condimento.

CUIDADOS – Em setembro, semeie num bom composto úmido. Temperatura de Manjeronagerminação: 10 a 30º. Quando estiverem suficientemente grandes, transplante as mudas em vasos de 8cm de diâmetro contendo um bom composto para vasos. Regue copiosamente. Depois transfira para um vaso de 13 ou 15cm de diâmetro. Pode ser usada quando os caules medirem cerca de 10 a 15cm.

EFEITOS NA SAÚDE – O chá feito com folhas de manjerona pode ser utilizado para tratar gripes, resfriados, amigdalites e até mesmo inflamações na garganta. Também facilita a digestão e é considerado um bom calmante.

OBS: O chá dela não é indicado para gestante.

MANJERICÃO

Minúsculas flores brancas aparecem em fevereiro, e devem ser retiradas para estimular o crescimento das folhas. Trate-o como uma espécie anual e coloque-o no peitoril de uma janela de face norte. Pode atingir 1,5m a espécie comum e 60cm a roxa, mas não ultrapassará 30cm se você cortar regularmente a extremidade dos caules.

CUIDADOS – Em setembro, faça a semeadura num composto úmido. ManjericãoTemperatura de germinação: 13º. Transplante as mudinhas separadamente num vaso de 8cm de diâmetro contendo um bom composto para vasos. Regue generosamente. Depois transfira para um vaso de 13cm de diâmetro. Corte os ramos terminais para estimular o encorpamento. Não retire as folhas, a não ser a partir de janeiro.

Manjericão roxo

A adubação é feita com húmus de minhoca a cada 45 dias e sua propagação é feita por sementes ou estaquia.

Manter o arbusto entre 50cm e 80cm de altura para ter folhas saborosas e aromáticas.

EFEITOS NA SAÚDE – Por causa de suas propriedades tônicas e digestivas, suas folhas são popularmente usadas no tratamento de dores do estômago, gases, enjoos e vômitos. O manjericão é indicado para problemas respiratórios e reumatismo.

OBS: Não é indicado a utilização desta erva na gestação.

CEBOLINHA GALEGA

As longas folhas dessa espécie perene rústica crescem em tufos e têm o aroma de cebola doce. Lindas flores violeta abrem-se no verão; retire-as para estimular o crescimento das folhas. Mantenha a cebolinha no peitoril de uma janela ensolarada.

CUIDADOS – Em setembro, semeie num composto úmido. Quando as mudinhasCebolinha puderem ser manipuladas, transplante-as de duas em duas ou de três em três, num vaso de 8 cm de diâmetro contendo um bom composto úmido em todas as estações. Mais tarde, transfira-as para um vaso de 13cm ou 15cm de diâmetro. Podem ser usadas quando estiver com cerca de 10cm. Reenvase a cada dois anos, no inverno. Multiplicação por brotamento.

Seu porte chega até 30cm, as regas tem que ser diárias com pouca água.

Adubação mensais, com esterco de curral.

ALECRIM

Ele tem um sabor picante, revitaliza, revigora e aumenta a disposição e energia, como também tem um efeito antidepressivo.

CUIDADOS – Plantado em vasos seu crescimento chega à 70cm, mas plantadoAlecrim livremente pode chegar à 2m. Necessita de pelo menos 6 horas de sol pleno por dia.  O solo tem que ser bem drenado e não é exigente em solo rico.

EFEITOS NA SAÚDE – Com as folhas pode ser feito um chá, pois é ótimo digestivo e pode ser consumido antes das refeições para abrir o apetite, mas não deve ser ingerido à noite por ser estimulante e pode prejudicar o sono. Ele pode ser aplicado na pele ele auxilia na tonificação e limpeza profunda da pele.

ORÉGANO

É uma especiaria com um aroma e sabor bem marcante e bastante utilizada na culinária.

CUIDADOS – Seu crescimento chega até 80cm e é exigente com o solo,Orégano necessitando de matéria orgânica. Na rega é necessária a cada dois dias e sua adubação tem que ser mensal. Sua propagação é por sementes.

EFEITOS NA SAÚDE – Consumida como chá é contra enjoos, cólicas e espasmos. Além de ser um ótimo para a limpeza do organismo e um poderoso anti-séptico. De sua folhas frescas podem também fazer compressas para atuar como um anti-inflamatório.
Na culinária faz um belo par com o tomate, em pizzas e massas.

HORTELÃ

Ela é muito saborosa e tem um aroma muito agradável. É muito utilizada em saladas e dá o gosto a balas.
Ela tem glomérulos de pequenas flores púrpura que se abrem no verão, aconselha-se a retira-las.

CUIDADOS – Sua propagação é vasta e tem que tomar cuidado quando for 

Hortelãplanta-la diretamente no solo pois pode invadir o espaço de outras plantas. Ela não fica muito grande e chega a uns 70cm de altura. O solo tem que ser rico em matéria orgânica e sempre úmido. Sua rega tem que ser dua vezes por dia. O ideal é aduba-la a cada 60 dias se estiver em vaso e a cada 90 dia no solo, com húmus de minhoca e torta de mamona.
Em setembro ou outubro, plante a raiz num vaso de 15cm de diâmetro contendo um bom composto para vasos.

 Coloque-o no peitoril externo de uma janela e proteja-o da insolação direta. Só comece a usá-la quando os caules estiverem com pelo menos 8cm. Regue copiosamente na primavera. Multiplicação por estacas na primavera ou no verão, ou por divisão dos tufos no reenvasamento.

EFEITOS NA SAÚDE – Utiliza-se das folhas e flores como chá para baixar a febre e também para eliminação de gases e contra gripes. Na sua utilização como emplasto ela tem a função de anestésica podendo aliviar a dor.

1 Comment

  1. Excelentes as orientações colocadas de forma simples e direta no caso de plantio e trato. Melhor ainda quanto a utilização das mesmas como tempero e suas propriedades medicamentosas. Parabéns.

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*